PSIQUIATRIA - QUO VADIS

Prezado colega, congressista, palestrantes e patrocinadores

Diante da pandemia do COVID-19 adiamos nosso congresso anual que tem tido maior sucesso a cada edição e se transformou e se consolidou em um dos maiores eventos da psiquiatria latino-americana.

A razão desse sucesso tem um componente maior: a união!

Na edição de 2020 temos vários parceiros como a ASULAC, a Comissão de Interconsulta Psiquiátrica, a ABECER e também a Marce Society.

União é o que precisamos sempre, mais ainda em períodos de crise como que passamos. O tema de nosso congresso não poderia, aliás, ser mais pertinente: quo vadis.

Quo Vadis! Precisamos discutir nossos rumos, enquanto psiquiatras, profissionais de saúde e muito importante, enquanto cidadãos e seres humanos. Que psiquiatria queremos, que mundo queremos!

Nesse momento de crise sanitária, no esforço de salvar vidas, podemos pensar que a saúde mental pode ser deixada de lado, esperar. Ledo engano!  A saúde mental de todos deve ser preservada.  Temos que ter serviços de saúde mental que ajudem nossa população a, não só passar por esse momento de crise, mas também que a ajude no curto, médio e longo prazo a se reconstruir na fase pós-pandêmica.

Não precisamos e não devemos fechar leitos psiquiátricos e serviços atualmente funcionando, como se ameaça agora no hospital Galba Veloso, e que são essenciais nesse momento traumático para todos. Esses pacientes que são vítimas, além de suas doenças, de um estigma milenar, são a parte mais frágil de nossa sociedade. Temos a obrigação de protegê-los, e ainda mais nesse momento de crise.

Em breve vamos nos reencontrar, todos! Mais fortes do que antes, e com a certeza da nossa responsabilidade cumprida! Faremos um congresso para refletirmos sobre para onde queremos ir. Faremos um congresso, pos-pandemia, repleto de humanidade, de trocas e de calor humano! Esperamos a todos nesse que será o maior e melhor congresso já realizado, temos convicção!

Humberto Correa
Presidente da Associação Mineira de Psiquiatria